5 maneiras de empresários e investidores reagirem à crise

Tempo de leitura: 8 minutos

No atual contexto em que o mundo se encontra, em que o isolamento social e a pausa das atividades comerciais têm criado uma instabilidade na economia, faz-se essencial recorrer às soluções para driblar a crise financeira. Especialistas e economistas têm elencado diversas sugestões para que empresários e investidores reajam à crise, equilibrem as finanças e mantenham os seus negócios. Confira abaixo.

Invista com cautela

Para os investidores, o cenário não se mostra tão desfavorável assim, podendo haver chances de obter maiores ganhos dentro de prazos menores e com riscos reduzidos. Há diversos títulos de renda fixa, ações e fundos imobiliários com descontos que, variando de acordo com o ativo, chegam até a 70%. Portanto, para quem tiver condições de investir, o ideal é aplicar esse dinheiro em investimentos de longo prazo, com cautela e respeitando o seu perfil de risco. Também vale rever a sua carteira de investimentos e verificar se ela se adequa ao cenário econômico atual, para analisar os agentes de risco e as novas oportunidades. Fundos multimercados são exemplos de bons investimentos em tempos de crise.

Recorra aos gestores

Especialistas em gestão apresentam uma facilidade bem maior para enxergar falhas e oportunidades na empresa. Para reagir à crise, o ideal não é voltar todas as medidas para o interior da corporação, mas sim focar no contexto do mercado em que ela está inserida, para encontrar novas saídas e projetos que valem o investimento, com base em estudos de logística e gestão. Desta forma, dedique as estratégias da empresa para planos que possam aprimorar as vendas e que levem a novas maneiras de ofertar os produtos e serviços. Assim, ao invés de desesperar-se e sair fazendo cortes de gastos, a corporação seguirá uma gestão inteligente para se adaptar ao contexto atual, e para enxergar nele oportunidades novas de se manter estável.

Comunicação é tudo

Nesse sentido, investir no marketing e na comunicação da empresa faz-se essencial para expandir o networking da corporação. Novas relações profissionais e uma maior rede de contatos geram oportunidades para selar novas parcerias, e para elevar a marca a um lugar de maior visibilidade e reconhecimento no mercado. Portanto, invista em estratégias de marketing voltadas para os produtos e serviços da empresa, que posteriormente poderão ser revertidas em receitas novas e lucrativas.

Expanda as suas fontes de renda

As pessoas com maior poder aquisitivo geralmente possuem mais de uma fonte de renda, o que proporciona maior estabilidade financeira, inclusive nos tempos de crise. Seja participando de empresas, investindo ou adquirindo renda no mercado de imóveis, todo e qualquer faturamento extra pode ser um forte aliado para os momentos de economia instável no país. Além disso, pode ser o momento de ser criativo, abraçar novas ideias e pôr no papel quais dos temas e atividades que você domina, que valeriam à pena investir tempo e esforço para gerar uma remuneração extra. Para pessoas com perfil autodidata, são vários os mentores que oferecem cursos on-line ensinando a transformar uma ideia em um novo negócio.

Evite dívidas

Para pessoas físicas, a recomendação é ir até o banco para renegociar os prazos. Com os efeitos da pandemia no cenário econômico, muitos bancos prorrogaram datas-limites para a quitação de pagamentos e o vencimento de dívidas, portanto o ideal é aproveitar esse cenário. No caso de empresas e do pagamento de impostos, também há soluções que acabam funcionando como uma geração de caixa, como um programa aberto pelo governo onde os empresários podem adiar a quitação de impostos por um período de três meses.

Ao expandir as suas fontes de rendas e caso opte pelo mercado imobiliário, busque por empreendimentos que correspondam ao padrão de vida contemporâneo, e que atendam às necessidades do público de alto padrão em questão de conforto, segurança e inovação, como é o caso do A.I.R. Cabral.

Leia mais: Como os investidores devem reagir à crise

compartilhar no facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.