1 / 0

News construtora jn

News construtora jn

Cadastre seu e-mail e fique por dentro
das novidades da Construtora JN

Sociedade 5.0: tecnologias que criam vivências inovadoras

Inclusão tecnológica e acesso a todos

Tempo de leitura: 6 minutos

Visando o desenvolvimento sustentável e socioeconômico da população, o conceito de Sociedade 5.0 impulsiona criações tecnológicas da Quarta Revolução Industrial com o intuito de criar um modelo social repleto de inovação e qualidade de vida. Confira abaixo!

O que é a Sociedade 5.0

Proveniente de políticas de inovação definidas em 2016 pelo governo japonês, o conceito de Sociedade 5.0 estimula um modelo centrado na população no qual as tecnologias são utilizadas em prol da sustentabilidade, da qualidade de vida e da promoção da inclusão tecnológica.

A Sociedade 5.0 tem como foco o bem-estar humano e a resolução de problemas sociais, por meio do uso de tecnologias como Internet das Coisas (IOT), Big Data e Inteligência Artificial, voltadas a sanar necessidades humanas em diversos setores.

Tal modelo social foi criado para otimizar e inovar os serviços urbanos e é favorecido pelo planejamento crescente das smart cities, cidades que cada vez mais vem revolucionando a forma como os cidadãos se relacionam e interagem com o meio em sua volta.

Os pilares da Sociedade 5.0

Inclusão tecnológica, um dos pilares da Sociedade 5.0

Conforme citado acima, a Sociedade 5.0 tem como foco principal três propósitos, que compõem os seus pilares:

  • Qualidade de vida: este é um dos objetivos de tornar a vida da sociedade mais cômoda e prática, por meio de tecnologias como automação, robôs, telemedicina, entre outras. Tais recursos se encarregam de executar funções práticas e complexas, permitindo que os cidadãos otimizem tempo e energia para atividades mais agradáveis e prazerosas, vivendo, assim, com mais qualidade.
  • Inclusão tecnológica: visando sanar um dos problemas sociais relacionados à desigualdade, na Sociedade 5.0 a inclusão tecnológica objetiva ampliar o acesso à tecnologia e às facilidades ofertadas por ela, sobretudo nas camadas mais pobres da sociedade. Assim, busca-se levar tecnologia e inovação a locais remotos e vulneráveis economicamente, a fim de que a desigualdade social seja gradualmente reduzida, mudando paradigmas.
  • Sustentabilidade: outro importante pilar da Sociedade 5.0 refere-se ao desenvolvimento sustentável das cidades, que dispensa o uso de recursos energéticos finitos para priorizar os renováveis, como ventilação natural, energia solar e demais fontes naturais que favorecem a preservação ambiental.

Mobilidade

A mobilidade urbana na Sociedade 5.0

Em termos de mobilidade, a Sociedade 5.0 incentiva, entre outras práticas, a predominância de veículos autônomos em detrimento dos convencionais (tanto públicos quanto privados). Com isso, o objetivo é reduzir a quantidade de acidentes no trânsito e popularizar a mobilidade consciente, que se opõe à poluição atmosférica das cidades.

No caso de veículos autônomos, diversas tecnologias são incorporadas para promover esse tipo de transporte, como energias renováveis, Inteligência Artificial, computação em nuvem e Internet das Coisas.

Tanto no A.I.R. Cabral como no Casa Batel, a Construtora JN estimula os moradores a adotarem a mobilidade consciente, por meio de pontos de recarga para carros elétricos, e tomadas e bicicletário para bicicletas e patinetes elétricos.

Tecnologias e inovação

Na Sociedade 5.0, diversos são os recursos tecnológicos utilizados para simplificar a vida dos cidadãos e elevar a qualidade de vida e a vivência nos centros urbanos. São eles:

  • Inteligência Artificial: permite que sistemas e máquinas operem e tomem decisões sem interferência humana, por exemplo no controle e gerenciamento de serviços urbanos de forma prática e automatizada.
  • Robótica: possibilita que robôs se encarreguem de serviços, do setor agrícola ao industrial, assumindo funções de risco e reduzindo acidentes de trabalho por meio da Inteligência Artificial e do Machine Learning.
  • Telemedicina: nessa modalidade tecnológica da medicina, o uso de robôs também proporciona a execução de procedimentos de forma mais segura, eficaz e menos invasiva, simplificando processos complexos e possibilitando consultas remotas.
  • Computação em nuvem: graças a essa tecnologia, sistemas complexos passam a ser executados em hardwares cada vez menores e com uma velocidade de conexão elevada, além de possibilitarem o acesso remoto a softwares, arquivos e serviços.

Casas inteligentes

Casa tecnológica e conectada na Sociedade 5.0

Agregando os conceitos das smart cities às residências contemporâneas, as chamadas smart homes integram o modelo social proposto pela Sociedade 5.0, com tecnologias que tornam os lares mais práticos, eficientes e conectados.

Em sintonia com as tendências tecnológicas de cidades inteligentes como Curitiba, a Construtora JN incorpora em seus empreendimentos da capital recursos de automação residencial que consolidam o estilo de vida contemporâneo e inovador proposto pela Sociedade 5.0.

No A.I.R. Cabral, a infraestrutura para cortinas elétricas, automação de iluminação das salas e cabeamento de lógica e voz agrega inovação e praticidade a cada instante da rotina dos moradores.

No Casa Batel, alguns diferenciais de smart houses são: monitoramento inteligente do consumo de água; ponto elétrico para desembaçador de vidro e toalheiro aquecido; e infraestrutura para automação residencial cabeada.

Ao favorecer o desenvolvimento socioeconômico que eleva a qualidade de vida das pessoas e combate desigualdades, com recursos que aprimoram os serviços urbanos e preservam o meio ambiente, a Sociedade 5.0 proporciona um estilo de vida mais sustentável, eficiente e inteligente para a sociedade como um todo.

Leia mais: Aquisições digitais crescem no mercado imobiliário

Fonte: Administradores, FIA e Panorama Positivo

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será compartilhado. campos marcados com * são obrigatórios.