1 / 0

News construtora jn

News construtora jn

Cadastre seu e-mail e fique por dentro
das novidades da Construtora JN

De Curitiba para o mundo: destinos de inverno para visitar

Parque Nacional Los Glaciares na Patagônia

Tempo de leitura: 5 minutos

A capital paranaense – que abriga o Casa Batel e o A.I.R. Cabral – é uma das cidades referência no Brasil em termos de climas amenos. Para os adeptos do frio curitibano e para os que simpatizam com destinos de inverno, há diversos lugares mundo afora que conciliam frio, turismo e entretenimento. Confira abaixo!

Destinos de inverno na Patagônia

Na Patagônia Argentina, no Parque Nacional Los Glaciares, os turistas têm a experiência de ficar frente a frente com uma estonteante beleza gelada. Declarado Patrimônio da Humanidade desde 1981, o local compreende quase metade do Campo de Gelo Patagônico, considerado a terceira maior área de gelo do planeta, atrás apenas da Antártica e da Groelândia.

Entre as maiores atrações desse destino de inverno está, sem dúvidas, a geleira Perito Moreno – uma das únicas do mundo que segue crescendo. Em meio a bosques, lagos, montanhas e muito gelo, ela se destaca por sua parte frontal, de 5 km de largura, e por seus picos, que alcançam até 60 m de altura.

No local, os visitantes podem ter bem diante dos seus olhos os extraordinários desprendimentos de gelo sobre as águas do Canal de Los Témpanos (canal de icebergs). Esse incrível fenômeno e as belas geleiras podem ser contemplados em terra firme, em barcos ou, para os amantes de aventura, por meio de trekking no gelo.

Mesmo tendo gelo durante todo o ano, os melhores períodos para visitar a região do Parque Nacional Los Glaciares são no outono e na primavera, quando não há suspensão de passeios devido a temperaturas extremas, como no inverno. No local, as estações do ano ocorrem na mesma época que no Brasil.

Vista do Parque Nacional Los Glaciares na Argentina – JN

Aventuras no gelo de Innsbruck

Tratando-se de aventura, um destino ideal é a cidade de Innsbruck, capital dos Alpes, na Áustria. O local, que já foi três vezes sede dos Jogos Olímpicos de Inverno, compreende o Olympia SkiWorld, estação de esqui com a maior altitude do país.

Ela é composta por nove estações e possui pistas para famílias e crianças ou para amantes de aventura, com maior nível técnico de descida na neve. Entre as diversas práticas que atraem turistas ao local, destacam-se o bobsleigh (esporte olímpico realizado em trenós), a patinagem, o esqui noturno e o hóquei no gelo.

Além das práticas esportivas e de lazer, Innsbruck proporciona ótimas experiências gastronômicas e culturais e compreende, em suas proximidades, o principal museu da joalheria Swarovski. Na Áustria, as estações do ano não ocorrem como no Brasil. Portanto, a melhor época para visitar o local é entre junho e setembro.

Casa coloridas nos Alpes da Áustria

Multiexperiências nos Alpes Suíços

Entre os destinos de inverno, outro lugar que vale a visitação é Zermatt, cidade montanhosa no Sul da Suíça. Conhecido pelo famoso pico Matterhorn, o local compreende 212 pistas de esqui e proporciona experiências incríveis, para todos os gostos.

Durante essa estação, os amantes de aventura podem experimentar saltos de helicóptero para esquiar entre as cadeias montanhosas do pico, praticar snowboard, patinação no gelo, cross country ou parapente e, inclusive, pernoitar em um iglu no topo da montanha.

Já os que preferem tranquilidade podem contemplar a exuberante paisagem da cidade em passeios de trem que sobem até o alto da montanha e exibem a bela vista de Zermatt, tanto durante o dia como sob o céu noturno estrelado. A cidade ainda compreende uma vila repleta de pubs, refinados hotéis e restaurantes, galerias de arte e demais atrações turísticas.

Em julho e agosto, Zermatt conta com temperaturas mais favoráveis, entre 8º e 14º, e dias mais ensolarados. Porém a alta temporada para os amantes de frio, esportes de inverno e temperaturas mínimas é de novembro a abril. No local, a neve pode ser vista inclusive no verão, nas montanhas.

Pessoas esquiando na neve

Destinos de inverno na Escócia

Conhecida por promover um dos festejos de fim de ano mais animados da Europa, a capital escocesa Edimburgo é um encantador destino cercado de belos rochedos e ruas arborizadas que a tornam um lugar cheio de vida e opções de lazer e turismo.

Nas ruas da cidade, os visitantes deparam-se com um cenário que mescla a estética de vilarejo medieval – o local foi cenário dos filmes de Harry Potter – e a modernidade de uma metrópole repleta de experiências culturais e gastronômicas, desde mercados de pães, queijos e geleias artesanais até cafés, pubs e lojas de discos.

Conhecida por sediar um dos maiores eventos culturais do mundo – o Festival de Edimburgo –, a cidade atrai milhares de artistas e turistas a suas arenas e teatros. Os visitantes podem contemplar a vasta bagagem histórica da cidade em meio a palácios, museus e ao Castelo de Edimburgo: uma icônica construção no alto da colina, com belas torres e muralhas.

Paisagens da Escócia

Entre maio e setembro, as temperaturas em Edimburgo são mais agradáveis e os dias mais ensolarados – época ideal para passeios ao ar livre, na qual ocorre o famoso Festival de Edimburgo, em agosto. O inverno, entretanto, durante janeiro e fevereiro, é o período ideal para quem quer desfrutar das temperaturas geladas e suas respectivas atrações.

Com diversas opções para fotografar, se aventurar e vivenciar experiências de imersão na cultura e gastronomia estrangeira, esses destinos de inverno proporcionam momentos inesquecíveis a cada um de seus visitantes.

Leia mais: 5 formas de manter a imunidade em alta no dia a dia

Fonte: Correio Braziliense, Metrópoles e Revista Viagem e Turismo

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será compartilhado. campos marcados com * são obrigatórios.